Abril 14, 2012, category: Sem Governo
Estamos a viver no período mais excitante da história da humanidade, em que se rompem revoluções por todo o mundo. As pessoas estão cansadas. Cansadas de políticos que pensam apenas nos seus interesses. Cansados das engrenagens de uma máquina que os força a uma prostituição em nome do lucro. Cansados de passar as suas vidas a dormir, comer, produzir e reproduzir sem mais nenhum objetivo na vida. Por isto é que toda a gente sonha com uma revolução. Porque as pessoas querem ser felizes e dar sentido às suas vidas, não ouvir falar de orçamentos económicos e outras coisas do género sem sentido. Quem é que quer saber disso? Ninguém. E entretanto há quem se ria a ver televisão perguntando-se qual governo é que irá cair a seguir. Provavelmente o seu.

Em breve, a revolução irá romper exatamente onde menos espera. Porque este planeta apenas pode ser salvo se houver uma revolução mundial. Precisamos de uma revolução para nos livrarmos deste sistema político, que permite que os menos capazes subam ao poder e que usem o nosso dinheiro para construir mais armas mais mortíferas. Precisamos de uma revolução para nos livrarmos do sistema político que permite que fabricadores de dinheiro sem escrúpulos poluam os mares e envenenem a nossa comida, fazendo da Terra cada vez mais um planeta inabitável.

Precisamos de uma revolução para nos livrarmos deste sistema político que nos transformou nas engrenagens frias de uma máquina e que sacrificou as nossas vidas ao altar do deus “dinheiro”. A verdade é que nós não precisamos daqueles que levaram o nosso planeta e a sua população à beira do abismo, mas precisamos de pessoas sábias, eleitas democraticamente, para que guiem as nossas escolhas sem que nada seja imposto. E não precisamos de linhas imaginárias desenhadas num pedaço de papel, mas de um mundo unido e um governo mundial que cuide de toda a humanidade, oferecendo soluções para problemas globais.

E não precisamos de produzir dinheiro, que apenas engorda uns poucos poderosos, à custa dos muitos fracos. Na era do progresso tecnológico, a ciência irá brevemente ser capaz de substituir o ser humano, libertando-o da escravidão do trabalho e permitindo-o que se dedique apenas à sua realização pessoal, numa sociedade que assegurará que as suas necessidades sejam satisfeitas de graça.

Este é o mundo com que todos sonhamos. É o Paraisismo.


O Paraisismo é um sistema socio-político no qual o ser humano encontra finalmente a sua dignidade e o papel que merece. Graças às novas tecnologias que estarão brevemente disponíveis, ele não terá mais que ser forçado a trabalhar apenas para ganhar a sua vida miseravelmente, mas será simplesmente capaz de desfrutar dos bens que a ciência irá produzir gratuitamente e os quais um governo mundial irá distribuir igualmente.

Este é o único governo que as pessoas querem.

E você que está lendo estas palavras, tem a escolha de que se quer manter-se parte das engrenagens deste mecanismo que suga lentamente a sua vida, ou levantar-se do seu sofá e fazer algo de concreto para que o Paraisismo possa chegar a todos os lugares do mundo, criando a sociedade utópica com que muitas pessoas sonharam, mas que ninguém foi capaz de realizar. Porque só agora é a altura de o fazer. Pela primeira vez na história, finalmente temos os meios. E você pode ser o pioneiro desta nova era, aquele que fará a diferença.

Está pronto para se juntar a nós?

RAEL
Ir para página  1 2 3 ... 16 17 18 19

News Articles

  • Novembro 21, 2012
    Michio Kaku explica como a impossibilidade de produzir em abundância levou todas as utopias ao falhanço total. O replicador, a máquina final que conseguirá criar qualquer objeto, átomo por átomo, está finalmente prestes a mudar essa realidade.
  • Novembro 3, 2012
    Não estamos feitos para sermos agressivos e egoístas. Na verdade estamos feitos para sentirmos empatia uns pelos outros. Somos seres sociáveis procurando se adaptar, amar e ser amados.

Notícias para 2017

SegTerQuaQuiSexSábDom
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930